terça-feira, 14 de maio de 2013

Funcionalismo cubatense decide entrar em greve por 24 h


O funcionalismo público de Cubatão reunido em Assembléia agora a noite em frente ao Sispuc na Praça Getúlio Vargas decidiu paralisar por  24 h na próxima terça-feira (21/05) em resposta a proposta de reajuste da Administração Municipal considerada insuficiente pela categoria.
A Assembléia teve que ser realizada na praça devido ao sindicato não ter espaço suficiente para todos os presentes, onde foi também eleito o Coletivo de Greve que irá coordenar a paralisação. O presidente do Sispuc, Jorge Daniel, fez uso da palavra e disse que apoia a decisão dos servidores e prometeu ajudar financeiramente dentro das possibilidades do sindicato, os 12 professores que estão sendo processados pela administração.



Entenda o que queriam os servidores e o que a PMC ofereceu:

 A pauta da categoria tinha 16 itens e o primeiro pedia pagamento de reajuste inflacionário de 7,18% mais perdas da atual administração, de 11,32%. Eles também pleiteiam a reposição da inflação de 4,88% do ano passado, já que não houve nenhum reajuste  em 2012.
Na contraproposta, que foi lida a todos presentes ao encontro, a Prefeitura oferece pagamento de um único abono de R$ 300,00 sem incorporar ao salário, dividido em seis meses.