sábado, 9 de julho de 2011

Baixo comparecimento frustra organizadores em prévia do Orçamento Participativo


                A reunião entre diretoria da Sociedade de Melhoramentos e moradores da Vila Nova realizada ontem (08/07) na sede da entidade, para levantar quais as prioridades que o bairro possui, para que sejam inseridas no orçamento de 2012 foi bastante frustrante para os organizadores pela pouca presença do público. Somados diretoria da SMBVN, coordenação do Orçamento Participativo e público não chegou a 25 pessoas, mesmo com todo o esforço da sociedade e da administração municipal em convocar os moradores através de faixa, panfletos e até um carro de som. O baixo comparecimento gerou uma preocupação no presidente da entidade, Adailton Pereira da Silva, pois no próximo dia 16/07 será realizada a Plenária Deliberativa na UME João Ramalho onde serão escolhidos os delegados que irão eleger os conselheiros do Orçamento Participativo. Silva temendo que o pouco comparecimento se repita sugeriu que todos os presentes levem mais pessoas para que o bairro, que possui aproximadamente 10 mil moradores, segundo a coordenação do orçamento participativo, seja bem representado e possa ser contemplado com melhorias no próximo ano. O presidente também lembra que muitas propostas para o orçamento de 2011 aprovadas em 2010 ainda não saíram do papel (veja quadro abaixo). Segundo o regulamento da plenária a cada 10 participantes se elege um delegado e todo cubatense maior de 16 anos pode participar.
Temas discutidos
              No desenrolar da reunião o assunto que prevaleceu foi a falta de segurança, por causa dos inúmeros assaltos que têm ocorrido, tanto ao comércio quanto às residências, o que gerou a proposta de se criar uma Guarda Municipal, já que a Segurança Pública é de responsabilidade do estado, assim como a instalação de câmeras de monitoramento. Outro dado apontado pelos participantes foi a alta velocidade dos veículos nas ruas do bairro em especial na Avenida das Nações Unidas, onde se localizam várias escolas. O asfaltamento da Avenida das Nações Unidas foi apontado como um dos fatores da mudança de comportamento dos motoristas, sem a buraqueira que havia antes virou um convite àqueles que gostam de acelerar, mesmo pondo em risco a vida dos pedestres. Chegou-se a sugerir o retorno dos bloquetes sextavados em lugar do asfalto na Nações Unidas, mesmo porquê o asfalto dificulta a infiltração da água da chuva, proposta que foi contestada por alguns dizendo que o ideal seria instalar lombadas eletrônicas e melhorar a fiscalização. A remodelação das praças do bairro também foi lembrada, pois o que se verificou é que a administração tem feito apenas pequenos reparos nas mesmas, quando o desejo de muitos moradores é que fossem instalados brinquedos para as crianças e até aparelhos de ginástica para os idosos, a exemplo do que já ocorre em outras cidades como Itanhaém.

Propostas para o orçamento de 2011 ainda pendentes:
- Implementar o Plano Cicloviário Municipal, contemplando construção de ciclovia sobre o canal da Av. Nossa Senhora da Lapa
- Ampliar as Unidades Básicas de Saúde com a construção de unidades nos bairros da Vila Nova
- Reformar a Escola de Música e Dança Ivanildo Rebouças da Silva
- Reformar a UME Ceará
-Reformar a UME Minas Gerais
- Reforma da Praça Francisco da Silva Cardoso
- Término das obras do Teatro Municipal
- Colocação e recuperação de abrigo dos pontos de ônibus descoberto

domingo, 3 de julho de 2011

Conferência Municipal de Saúde elege seus novos conselheiros para o biênio 2012/2013

          Os nomes que irão integrar o Conselho Municipal de Saúde para o próximo biênio que tem início em janeiro de 2012 foram escolhidos no último sábado, no segundo dia da Conferência Municipal de Saúde que foi realizada na UME João Ramalho (ver relação abaixo). A 14ª Conferência Municipal de Saúde que foi realizado nos dias 1 e 2 de julho no Bloco cultural e na UME João Ramalho, teve como tema central: “Acesso e Acolhimento com qualidade: Desafio para o SUS” tendo uma ampla participação de vários setores da sociedade e profissionais da área da Saúde. No segundo dia além da eleição dos conselheiros, todas as pessoas envolvidas foram divididas em 10 grupos temáticos que foram: Acolhimento na Atenção Básica, Acolhimento nas Especialidades, Acolhimento na Urgência/Emergência, Acolhimento na Atenção Hospitalar, Acolhimento na Saúde Mental, Acolhimento na Saúde bucal, Acolhimento na Saúde do Idoso, Acolhimento Materno Infantil, Acolhimento em Vigilância à Saúde e Ouvidoria em Saúde. Os grupos discutiram as propostas que foram colhidas nas pré-conferências e puderam acrescentar mais propostas que foram avaliadas pelo Conselho e membros da Secretaria de Saúde. No intervalo após o almoço que foi servido na quadra de esportes, houve uma apresentação das meninas que integram o Corpo Coreográfico da Banda Sinfônica.          
Eleição do novo Conselho
              Outro objetivo da realização da Conferência foi eleger os novos integrantes do Conselho Municipal de Saúde para o biênio 2012/2013 que é constituído por 3 segmentos: o dos usuários, dos trabalhadores na área da Saúde e prestadores de serviço. Somente os delegados eleitos nas pré-conferências têm direito a voto. O total de vagas do Conselho é de 16 sendo que 10 são reservadas para os usuários, 3 para os trabalhadores na Área da Saúde e 3 para os prestadores de serviço. Como o número de entidades inscritas nos segmentos usuários e trabalhadores na área da Saúde bateram com o total das vagas, não foi preciso fazer eleição sendo eleitos por aclamação.
              Apenas o segmento prestadores de serviços que teve 5 inscritos para 3 vagas foi necessário a realização da eleição, tendo sido dessa vez utilizado cédulas e urna, como manda a boa e velha democracia. Depois da apuração os 3 escolhidos foram: Casa da Esperança com 84 votos, CADEQ com 74 votos e a Pró-Saúde com 58 votos. Tivemos também o SINDHOSP (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do estado de São Paulo) com 48 votos e o CAMP (Centro de Aprendizagem Metódico e Pratica Mário dos Santos) com 44 votos. Confira abaixo os nomes dos eleitos em ordem alfabética para o Conselho Municipal de Saúde para o período que vai de 1º de Janeiro de 2012 até 31 de Dezembro de 2013:
Conselho Municipal de Saúde – 2012/2013
1º - Ademir Pires – Associação Ecológica do Litoral Paulista – A.E.L.P.
2º - Alessandro Donizete de Oliveira – Centro Ambulatorial à Dependência Química – CADEQ
3º - Delza Lopes Melo – Sociedade de Melhoramentos do Jardim Nova República
4º - Edson Joaquim Cambaúva – Sindicato dos Odontologistas de Santos – Sindiodon
5º - Elaine Damasceno de Melo Camargo – Casa da Esperança
6º - José Donizetti Stoque – Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar
7º - José Luiz Santos – Associação Paulista de Medicina – Seção Regional de Cubatão
8º - Josevaldo Barbosa de Muniz – Sociedade de Melhoramentos dos Bairros Pinheiro do Miranda, Grotão e Fabril - PIMGOF
9º - Lêonides Gregório da Silva – Sociedade de Melhoramentos da Vila Nova
10º - Manoel Pereira Lima (Maraca) – Sindicato dos trabalhadores nas Indústrias Químicas, Farmacêuticas e de Fertilizantes
11º - Manoel Serpa – Pastoral DST/AIDS – Cubatão
12º - Marcio Azenha de Freitas – Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista – Regional
13º - Paulo Luiz de Souza – Sociedade de Melhoramentos do Jardim 31 de Março
14º - Silvia Helena Pires – Liga Desportiva de Cubatão
15º - Sueli Baptista Marina – Sociedade de Melhoramentos do Bolsão 7 – Conjunto Habitacional João Paulo II
16º - Wellington Machado de Mendonça – Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 3ª Região