Pular para o conteúdo principal

Biblioteca Pública tem pouca opção de revistas e jornais para os leitores



            O jornal A Tribuna de Santos não está mais disponível na Biblioteca Central   desde a primeira quinzena do mês de setembro, segundo o livro de registro de leitores. No seu lugar hoje encontramos o jornal Diário do Litoral, novo vencedor da licitação para publicar os atos oficiais da Prefeitura de Cubatão. A interrupção se deve por não haver uma assinatura do periódico, e sim exemplares fornecidos como cortesia, como informou o secretário de Comunicação da Administração Municipal, Fernando á nossa reportagem no último dia 23/09. 
             Além da interrupção da entrega do jornal  A Tribuna, há tempos a sala de Jornais e Revistas da Biblioteca Central, não tem oferecido maiores opções de leitura, limitando-se a exemplares antigos da Revista Piauí, Morachá e AT Revista (entregue como encarte da edição de domingo de A Tribuna). A Biblioteca Central chegou a oferecer em outras épocas aos seus leitores jornais como a Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo (Estadão), Revista Veja e a Revista Superinteressante, só para citar alguns. O diretor da Biblioteca Francisco Torres informou que a redução de publicações se deveu por causa de uma política de corte de gastos, que todas as Secretarias tiverem que se submeter.

Secretário aponta solução

                 O secretário de Cultura Wellington Borges falou no seu gabinete com a nossa reportagem que a interrupção da entrega do jornal A Tribuna foi realmente devido a perda do direito de publicar os atos oficiais para o Diário do Litoral, pois não havia assinatura e sim exemplares de cortesia, mas que nada impede de ser feita uma assinatura e ter os dois periódicos a disposição dos leitores. Porém ele informa que somente no próximo ano isso poderá vir a acontecer, devido ao orçamento desse anos já estar comprometido: “a Biblioteca tem que fazer uma cotação de preço para o orçamento de 2015, pois para esse ano não há mais possibilidade”, informa o secretário.       
                 Borges ainda recordou que a sala de jornais e revistas chegou a ser no passado o setor mais procurado da Biblioteca: “havia um funcionário de nome Adilson responsável pelo setor, que calculava o tempo que cada leitor ficava lendo, pois fazia até fila, e cada um tinha direito de ficar 15 minutos”.


Postagens mais visitadas deste blog

1º Festival de Inverno da Vila São José supera expectativas de organizadores

O 1º Festival de Inverno da Vila São José que teve início no último dia 10 e esta sendo realizado na Praça da Cidadania chega ao seu último dia com um saldo positivo e um público acima das expectativas, segundo a idealizadora e diretora de Eventos da ACELC Vila São José, Beatriz Hilário, a Bia uma das responsáveis pelo evento. “A gente não esperava. Na verdade a gente fechou com 15 barracas...e aí foi chegando um pessoal...um falando pro outro e hoje a gente ta com 32 barracas. É uma alegria imensa que eu não sei nem como explicar, tanto que hoje (13/08) se encerra e o pessoal já tá querendo que se estenda até terça-feira, mas como nosso ofício foi feito do dia 10 até o dia 13, não podemos quebrar o protocolo”. O secretário da entidade e ex-presidente da Sociedade de Melhoramentos do Bairro, Diney, aposta na continuidade do festival, mesmo não tendo recursos de patrocinadores ou do Poder Público: “vai se estender assim como a Festa do Frango que começou lá em 2004, que foi uma cria…

R-3 vence o Fogo na bomba e vai à final da Copa Pé no Chão

Com um golaço do meia Bigode o time da R-3 venceu o Fogo na bomba da Vila Natal, e é finalista da 3ª COPA PÉ NO CHÃO. A partida foi realizada no Campo do Unidos do Parque Fernando Jorge. O outro finalista é o Sexy Machine da Vila Esperança, que derrotou o ONE TWO F.C. nas penalidades (6 a 5), depois de empatar no tempo normal por 1 a 1.
                 Depois de um início de jogo equilibrado, num lance de craque do camisa 7 da R-3, Bigode, que chapelou o adversário e emendou de primeira para o gol do excelente goleiro Henrique, a bola ainda fez uma curva no ar antes de entrar na meta do arqueiro do Fogo na bomba. Golaço. O Fogo na Bomba tentava se manter vivo no jogo, mas tinha o seu melhor jogador muito bem marcado, o camisa 7 Mike. Outra estrela do time, o meia Robson (camisa 8), também encontrou dificuldade para chegar ao gol adversário, devido a boa marcação do rival. Com uma maior posse de bola, por conta da boa atuação do camisa 10, Everton, o R-3 teve as melhores chances do j…

Vila Nova completa 66 anos

Bairro da Vila Nova Cubatão completa 66 anos no próximo dia 04 de Fevereiro. Sociedade de Melhoramentos e Administração Municipal cogitaram reativar a Festa da Banana mesmo que em proporções menores, mas acabaram desistindo do evento por falta de recursos.