Escola

                  
      TODOS CONTRA A DENGUE     



       Alunos e professores da Escola Ary de Oliveira Garcia em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde fizeram uma passeata na tarde de hoje (27/05) pelas ruas do Bairro da Vila Nova, para distribuir panfletos que falavam sobre a importância do combate a epidemia de Dengue que tomou conta de todo país.










Circuito Usiminas de Cultura na Escola João Ramalho


          Crianças da Escola João Ramalho reunidas para conferir o espetáculo “Mareliques da Praia Louca”, com a Cia Sonarte de Música e Arte.


               
                                     Circuito Usiminas de Cultura na Escola Lincoln Feliciano


           O Circuito Usiminas de Cultura começou as suas atividades em Cubatão no dia de ontem (22/08) na Escola Lincoln Feliciano, com o espetáculo “Om co tô? Quem co sô? Prom co vô” com a Cia Circo Navegador. 





















Lorena terá Inscrições e Matrículas para o Curso de Educação de Jovens e Adultos – E.J.A.

As inscrições serão de 11 a 22/06 e as matrículas de 02 a 06/07. A E.J.A.  oferece
 ensino gratuito,vale transporte, merenda, kit escolar, livros didáticos e uniforme.

Os documentos necessários são:
- Original e cópia do R.G. e Certidão de Nascimento;
- 1 foto 3X4;
- Comprovantes de Residência e de Escolaridade;
- Declaração de Trabalho (caso esteja trabalhando);
- Idade Mínima para matrícula: 15 anos;


Serviço:

UME Bernardo José Maria de Lorena – Avenida Nossa Senhora da Lapa, 785 – Vila Nova.


 

  Cursinho Pré-Vestibular:

                                       Escola Lorena realiza Grande Noite da Pizza

              A UME Bernardo José Maria de Lorena estará realizando no próximo dia 23 de setembro às 19:30 h nas dependências da escola a “Grande Noite da Pizza”. Paralelamente também haverá o Concurso Garota e Garoto Lorena 2011. Os interessados poderão comprar os convites na própria escola.

 

Primeira turma da Escola Formare Usiminas começa atividades

Mais um projeto social da siderúrgica na região, projeto oferecerá
cursos profissionalizantes para jovens entre 16 e 18 anos

O potencial de transformar para melhor a vida de jovens da comunidade por meio do conhecimento, da experiência e da educação profissional. Foi com essa expectativa que a Escola Formare Usiminas foi inaugurada na Usina de Cubatão, em  24 de fevereiro. O evento contou com a presença dos 25 alunos que participarão do projeto, pais, empregados, educadores voluntários e representantes da comunidade.
Durante o evento, os convidados conheceram os detalhes do Formare e visitaram as instalações onde o projeto ocorrerá dentro da Usina, local que conta com duas salas de aula e um laboratório com computadores. “Agora sei que a vida de minha filha irá mudar. Além da expectativa de trabalho, sei que o Formare vai acrescentar outras coisas boas em sua vida. Principalmente, em relação a sua independência”, contou Marluce de Oliveira, mãe da aluna Jenifer de Oliveira. A jovem também tem grandes expectativas. “Minhas metas estão traçadas. Quero terminar o Formare, aprender desenho técnico, conseguir um emprego e estudar engenharia”, planeja Jenifer.
A Escola Formare é resultado de uma parceria entre a Usiminas e a Fundação Iochpe e tem como objetivo promover a inserção social e profissional de jovens de famílias de baixa renda, por meio de cursos profissionalizantes. Na Usina de Cubatão, o projeto conta com o apoio das empresas Breda, Puras e LSI. Durante um ano, os alunos terão aulas teóricas e práticas em jornada complementar à escolar. Durante o período do curso, intitulado Operador de Processos de Produção Siderúrgica, receberão bolsa-auxílio de meio salário mínimo, uniforme, assistência médica, transporte e alimentação. Os alunos que obtiverem presença e boas notas recebem, ao final do curso, o certificado da Universidade do Paraná, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).
Para ingressar no projeto, os jovens, com idade entre 16 e 18 anos, foram selecionados nas escolas de ensino médio de Cubatão e participaram de um processo de seleção que englobou entrevistas, testes e visitas domiciliares. O grupo final é formado por dezesseis meninas e nove meninos.
Nosso País está crescendo e precisará de pessoas com conhecimento. Com mais esse projeto social, a Usiminas está possibilitando esta oportunidade para os nossos jovens”, afirmou o secretário municipal de Educação de Cubatão, Fábio Oliveira Inácio.
Compromisso - “Vivemos hoje um momento importante, cheio de significados para a Usiminas. O Formare é a continuação das ações da empresa na área da educação e confirma o nosso compromisso neste sentido”, afirmou o diretor da Usina de Cubatão, José Erasmo Andrade Pereira. Ele citou as ações de responsabilidade social da Usiminais, como o “Usiminas na Escola”, que atende cerca de três mil jovens em três escolas da Baixada Santista, e o Projeto Mantiqueira, que atende 70 crianças e adolescentes da comunidade Pedreira da Mantiqueira, vizinha à Usina de Cubatão, com aulas de reforço escolar dentro da empresa.

O sentimento de continuidade das ações da Usiminas também foi destacado pela representante da Fundação Iochpe, Cris Meinberg, presente ao evento de inauguração. “O Formare vai completar as ações da Usiminas. É um trabalho que vai complementar o caminho que os jovens já vêm percorrendo”, acredita. Segundo ela, o projeto é sustentado por um tripé que engloba escola, família e empresa.

O vice-presidente Industrial da Usiminas, Omar Silva Junior, participou do evento e abordou a importância da atuação dos pais e do envolvimento dos jovens e falou do orgulho da empresa em receber o projeto. “Estamos felizes e orgulhosos de fazermos parte do Formare. A Usiminas realiza este projeto porque acreditamos que todos, empresas e pessoas, devem fazer a sua parte em busca de um mundo melhor”, afirmou.

Empregados da Usiminas atuam como voluntários no projeto

Um dos principais destaques do Formare é a atuação dos educadores-voluntários, colaboradores da empresa que irão atuar como professores dos jovens alunos. No total, são 110 voluntários que irão transmitir conhecimentos em 12 disciplinas que envolvem assuntos como processos siderúrgicos, meio ambiente, saúde e segurança e, também, atividades de integração, como dança de salão.

Para participar do projeto, os voluntários receberam treinamento conforme a metodologia do Projeto Formare e participaram do curso Formação de Educadores. Eles atuarão como professores de maneira similar como nas escolas, já que os alunos do Formare terão aulas teóricas e práticas com carga horária e limite de faltas definidos, sendo 715 horas/aula de teoria e, no mínimo, 110 horas de prática profissional na Usiminas.

“Para nós, será um desafio preparar os jovens não apenas para o mercado de trabalho, mas, também, para a vida. O que desejamos é que eles tenham sucesso nesta jornada”, disse o operador de produção Marcio Bandeira, que atuará como educador voluntário na disciplina Comunicação e Relacionamento.

Os voluntários do Formare fazem parte de um grupo ainda maior de empregados da Usina de Cubatão envolvidos em ações sociais e filantrópicas. Ao todo, são 204 empregados que atuam de forma voluntária em diferentes projetos apoiados pela Usiminas, como as campanhas do Agasalho e Natal Solidário, para arrecadação de roupas e alimentos, e o projeto Reforço Escolar, no qual os colaboradores também atuam como professores ajudando os colegas de trabalho a rever o conteúdo escolar e se preparar para os vestibulinhos das escolas técnicas.

Conheça os alunos que fazem parte da primeira turma da Escola Formare Usiminas, na Usina de Cubatão

Adriana do Nascimento Pessoa
Aiala Cristina de Brito Silva
Alessandra Santos de Jesus
Aline de Souza Pessoa
Ana Maria dos Santos
Angélica Vieira da Silva
Bruno Francisco da Silva
Carleone dos Santos Silva Junior
Cristiane de Oliveira Dantas
Erick Ponciano da Costa Filho
Flavia de Almeida da Silva
Francisco de Assis Silva de Sousa Filho
Geisa Maria Ferreira da Silva
Gislaine de Carvalho Silva
Jenifer de Oliveira
Jessika Silva Seabra
Jhonathan Fonseca de Paula
Jose Carlos da Silva
Julio Cesar Nunes da Silva
Letícia Barbosa Santiago
Leticia de Alcantara Natalino
Monique Gabriella da Silva  Bezerra
Tamires Cristina de Souza
Thiago Luiz Lima da Silva
Wanderson Andrade de Almeida

Fonte:  fabiana.nunes@usiminas.com

Abertas inscrições para Brasil Alfabetizado

Beneficiários do Bolsa Família são a prioridade

Estarão abertas da próxima quinta-feira, dia 9 de março, até o final do mês, de segunda a sexta-feira, sempre das 9 às 17 horas, as inscrições para as classes do Programa Brasil Alfabetizado, em parceria com o Governo Federal. O alvo são os beneficiários do programa de transferência de renda Bolsa Família, mas todos os interessados poderão inscrever-se. Receberão inscrições as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da Vila Natal (Rua dos Cravos, s/ nº), do Jardim Real (Rua Acácia dos Santos Pereira, 45) e da Fabril (Rua do Bosque, ao lado da igreja da Vila) e a Unidade Municipal de Ensino (UME) Pará (Avenida Ferroviária s/ nº, Vila dos Pescadores).
E ainda: as sociedades de melhoramentos da Ilha Caraguatá, da Ilha Bela, da Água Fria e a. As aulas deverão iniciar-se no final de março. As informações são de Antonio Pádua Maia Azevedo, um dos responsáveis no município do Programa Brasil Alfabetizado. Ele disse que equipes das secretarias municipais de Educação e de Cidadania e Inclusão Social vêm percorrendo os bairros para divulgar a oferta de vagas. “As classes são abertas com o mínimo de 15 alunos explicou”. Afirmou que já há uma classe formada na Escola Estadual Zenon Cleantes de Moura, na Fabril, e que deverá haver outras nas Sociedades de Melhoramentos da Água Fria e da Ilha Bela.
Contou que no ano passado o Município contou com 14 salas de aula, onde mais de 300 pessoas foram alfabetizadas. “De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 9,06% dos moradores de Cubatão não sabem ler nem escrever”, lembrou.
Documentos e endereços - Para efetuar a inscrição, o interessado de mais de 15 anos deve procurar um dos postos e lá apresentar RG e CPF.   

Fonte: Assessoria de Imprensa da PMC

           
Seduc reabre inscrições para alunos que estão fora da escola de 12 a 14 de janeiro

As inscrições deverão feitas na UME Lucy Montoro, das 8h às 17h

Os pais ou responsáveis que ainda não matricularam seus filhos nas escolas municipais para o próximo ano letivo terão uma nova chance no início de 2011. A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) vai reabrir as inscrições para classes de pré-escola e Ensino Fundamental, de 12 a 14 de janeiro, das 8h às 17h, na UME Lucy Montoro (Rua Embaixador Pedro de Toledo, 601, atrás do Paço Municipal).
Para a inscrição é necessário apresentar: cópias da Certidão de Nascimento e de um comprovante de residência em nome de um dos pais e referente ao mês de novembro/2010; declaração de escolaridade, caso o aluno já seja da rede particular ou estadual, e ainda cópia da transferência do aluno, caso seja novo morador de Cubatão e estiver de vindo de uma escola fora dos limites do Município.
Creches – As inscrições para vagas em creches (crianças de zero a três anos) seguem o procedimento já adotado em 2010 pela Seduc. Os interessados devem comparecer à Central de Atendimento, no 1º andar do Paço Municipal, de 1 a 10 de cada mês, no período da manhã, para efetuar a inscrição do filho. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3362-6159.

Fonte: Assessoria de Imprensa da PMC

Festa dos formandos da 8ª série do Ensino Fundamental de 2010 da Escola Ary de Oliveira Garcia no Bloco Cultural com a presença do vice-prefeito, Arlindo Fagundes no último dia 13/12.