sábado, 9 de julho de 2011

Baixo comparecimento frustra organizadores em prévia do Orçamento Participativo


                A reunião entre diretoria da Sociedade de Melhoramentos e moradores da Vila Nova realizada ontem (08/07) na sede da entidade, para levantar quais as prioridades que o bairro possui, para que sejam inseridas no orçamento de 2012 foi bastante frustrante para os organizadores pela pouca presença do público. Somados diretoria da SMBVN, coordenação do Orçamento Participativo e público não chegou a 25 pessoas, mesmo com todo o esforço da sociedade e da administração municipal em convocar os moradores através de faixa, panfletos e até um carro de som. O baixo comparecimento gerou uma preocupação no presidente da entidade, Adailton Pereira da Silva, pois no próximo dia 16/07 será realizada a Plenária Deliberativa na UME João Ramalho onde serão escolhidos os delegados que irão eleger os conselheiros do Orçamento Participativo. Silva temendo que o pouco comparecimento se repita sugeriu que todos os presentes levem mais pessoas para que o bairro, que possui aproximadamente 10 mil moradores, segundo a coordenação do orçamento participativo, seja bem representado e possa ser contemplado com melhorias no próximo ano. O presidente também lembra que muitas propostas para o orçamento de 2011 aprovadas em 2010 ainda não saíram do papel (veja quadro abaixo). Segundo o regulamento da plenária a cada 10 participantes se elege um delegado e todo cubatense maior de 16 anos pode participar.
Temas discutidos
              No desenrolar da reunião o assunto que prevaleceu foi a falta de segurança, por causa dos inúmeros assaltos que têm ocorrido, tanto ao comércio quanto às residências, o que gerou a proposta de se criar uma Guarda Municipal, já que a Segurança Pública é de responsabilidade do estado, assim como a instalação de câmeras de monitoramento. Outro dado apontado pelos participantes foi a alta velocidade dos veículos nas ruas do bairro em especial na Avenida das Nações Unidas, onde se localizam várias escolas. O asfaltamento da Avenida das Nações Unidas foi apontado como um dos fatores da mudança de comportamento dos motoristas, sem a buraqueira que havia antes virou um convite àqueles que gostam de acelerar, mesmo pondo em risco a vida dos pedestres. Chegou-se a sugerir o retorno dos bloquetes sextavados em lugar do asfalto na Nações Unidas, mesmo porquê o asfalto dificulta a infiltração da água da chuva, proposta que foi contestada por alguns dizendo que o ideal seria instalar lombadas eletrônicas e melhorar a fiscalização. A remodelação das praças do bairro também foi lembrada, pois o que se verificou é que a administração tem feito apenas pequenos reparos nas mesmas, quando o desejo de muitos moradores é que fossem instalados brinquedos para as crianças e até aparelhos de ginástica para os idosos, a exemplo do que já ocorre em outras cidades como Itanhaém.

Propostas para o orçamento de 2011 ainda pendentes:
- Implementar o Plano Cicloviário Municipal, contemplando construção de ciclovia sobre o canal da Av. Nossa Senhora da Lapa
- Ampliar as Unidades Básicas de Saúde com a construção de unidades nos bairros da Vila Nova
- Reformar a Escola de Música e Dança Ivanildo Rebouças da Silva
- Reformar a UME Ceará
-Reformar a UME Minas Gerais
- Reforma da Praça Francisco da Silva Cardoso
- Término das obras do Teatro Municipal
- Colocação e recuperação de abrigo dos pontos de ônibus descoberto