Pular para o conteúdo principal

Mário Covas vence o 1º Torneio de Mini-Campo da Comunidade



         
   A Equipe Mário Covas venceu a Carandirú pela final do 1º Torneio Interno de Mini-Campo do Conjunto Residencial Mário Covas na cobrança de penalidades. No tempo normal a partida terminou empatada em 1 a 1 com a Carandirú saindo na frente em cobrança de falta, mas tomou o empate na sequência depois de um lance mais rígido, onde o camisa 7 da Carandirú permaneceu no chão enquanto a jogada seguia culminando no gol de empate da Mário Covas. Toda Equipe Carandirú invadiu o campo para protestar com o juiz, o experiente Cabeça, a organização tentou acalmar os ânimos e só depois de um bom tempo paralisado, o jogo teve continuidade.
             Com o empate no tempo normal o jogo foi para as penalidades com direito a quatro cobranças cada time. O Mário Covas começou batendo e abriu o placar, já na vez do Carandirú, o camisa 9 chutou no meio do gol e parou na defesa do bom goleiro do Mário covas. O time do Mário Covas voltou a marcar em seguida jogando a responsabilidade para o adversário, que acabou batendo bem, diminuindo para 2 a 1 mesmo sobre pressão e gritos do Mário Covas que se mostrava mais confiante. 

             O Carandirú dependia do erro do adversário para continuar na disputa, fato que não ocorreu, fazendo 3 a 1 a partida terminou com vitória do Mário Covas que comemorou muito. Na premiação teve a participação do vereador Roxinho, um dos apoiadores do torneio, que foi organizado pelo Fábio, morador do Mário Covas.

1º Torneio Interno de Mini-Campo do Conjunto Residencial Mário Covas

Campeão: Mário Covas

Vice: Carandirú

3º Lugar: Janelão

4: Lugar: Metralha

Artilheiro: Coelho (Mário Covas) – 4 gols

Goleiro menos vazado: Richard (Janelão)

Organização: Fábio

Postagens mais visitadas deste blog

1º Festival de Inverno da Vila São José supera expectativas de organizadores

O 1º Festival de Inverno da Vila São José que teve início no último dia 10 e esta sendo realizado na Praça da Cidadania chega ao seu último dia com um saldo positivo e um público acima das expectativas, segundo a idealizadora e diretora de Eventos da ACELC Vila São José, Beatriz Hilário, a Bia uma das responsáveis pelo evento. “A gente não esperava. Na verdade a gente fechou com 15 barracas...e aí foi chegando um pessoal...um falando pro outro e hoje a gente ta com 32 barracas. É uma alegria imensa que eu não sei nem como explicar, tanto que hoje (13/08) se encerra e o pessoal já tá querendo que se estenda até terça-feira, mas como nosso ofício foi feito do dia 10 até o dia 13, não podemos quebrar o protocolo”. O secretário da entidade e ex-presidente da Sociedade de Melhoramentos do Bairro, Diney, aposta na continuidade do festival, mesmo não tendo recursos de patrocinadores ou do Poder Público: “vai se estender assim como a Festa do Frango que começou lá em 2004, que foi uma cria…

R-3 vence o Fogo na bomba e vai à final da Copa Pé no Chão

Com um golaço do meia Bigode o time da R-3 venceu o Fogo na bomba da Vila Natal, e é finalista da 3ª COPA PÉ NO CHÃO. A partida foi realizada no Campo do Unidos do Parque Fernando Jorge. O outro finalista é o Sexy Machine da Vila Esperança, que derrotou o ONE TWO F.C. nas penalidades (6 a 5), depois de empatar no tempo normal por 1 a 1.
                 Depois de um início de jogo equilibrado, num lance de craque do camisa 7 da R-3, Bigode, que chapelou o adversário e emendou de primeira para o gol do excelente goleiro Henrique, a bola ainda fez uma curva no ar antes de entrar na meta do arqueiro do Fogo na bomba. Golaço. O Fogo na Bomba tentava se manter vivo no jogo, mas tinha o seu melhor jogador muito bem marcado, o camisa 7 Mike. Outra estrela do time, o meia Robson (camisa 8), também encontrou dificuldade para chegar ao gol adversário, devido a boa marcação do rival. Com uma maior posse de bola, por conta da boa atuação do camisa 10, Everton, o R-3 teve as melhores chances do j…

Vila Nova completa 66 anos

Bairro da Vila Nova Cubatão completa 66 anos no próximo dia 04 de Fevereiro. Sociedade de Melhoramentos e Administração Municipal cogitaram reativar a Festa da Banana mesmo que em proporções menores, mas acabaram desistindo do evento por falta de recursos.