terça-feira, 6 de setembro de 2011

Panfletos contra vereador viram caso de polícia

             O vereador Severino Tarcicio da Silva, o Doda, registrou queixa no 3º DP de Cubatão nessa terça-feira contra o suposto autor de panfletos que o acusam de ser contra o transporte de alunos, enfermos, idosos, crianças e contra a distribuição de medicamentos em Cubatão. Os panfletos foram apreendidos das mãos de menores que faziam a distribuição na Vila São José, sendo que um deles de apenas 16 anos, alegou ter recebido uma quantia em dinheiro do vereador Bila para distribuí-los. Ciente do ocorrido Doda registrou a queixa contra o vereador citado, que negou o fato para a nossa reportagem, na presença do seu advogado. O panfleto polêmico não continha a assinatura de ninguém, mas no pé da página do lado direito havia um retângulo com o logotipo do PT com os seguintes dízeres: “O PT mostra a verdade e defende a cidade e a prefeita Márcia Rosa contra aqueles que insistem no quanto pior, melhor. Oposição não pode ser contra a cidade, nunca! Cubatão vai continuar mudando e se transformando! O Partido que mudou o Brasil está mudando Cubatão.
Represália
              Segundo a Assessoria do vereador Doda a distribuição de tais panfletos difamatórios seria uma forma de repreender o edil, pela distribuição de panfletos sobre o aluguel de veículos feito pela atual Administração Municipal por valores considerados por ele como excessivos, e que estaria caracterizando como mal uso de dinheiro público. “Eu faço panfleto, mas assino embaixo, declarou o pedetista. Devido ao fato ter ocorrido no final da tarde de hoje, e por não ter havido sessão ordinária na Câmara em respeito ao falecimento de uma funcionária da Câmara no último sábado (ver informações abaixo), não houve como entrar em contato com outros representantes do PT. Com exceção do vereador Bila, que segundo o seu advogado nenhum dos outros vereadores da bancada petista se responsabilizou pela confecção e distribuição dos panfletos contra Doda, que prometeu levar o caso adiante mostrando fotos que tirou dos menores que faziam a distribuição e os panfletos apreendidos.
Funcionária de carreira da Câmara falece no sábado
               A chefe da Divisão Legislativa da Câmara de Cubatão, Gláucia Ferreira Gonçalves, de 57 anos, faleceu na manhã de sábado (3/9) em São Paulo, onde estava internada por complicações pulmonares. Filha de Heládio Vicente Ferreira e Maria Luíza Alves Ferreira, Gláucia ingressou na Câmara em 1981 como escriturária. Ela deixou o marido Jairo Gonçalves, a filha, Amanda Ferreira Cardoso de Souza, e a enteada Julia Gonçalves Correia. Também deixou as irmãs Giselda e Gilda. Como funcionária do Legislativo, Gláucia participou de comissões de vereadores, de licitação, de controle interno e comissões organizadoras de sessões e atos solenes. Glaucia passou por setores diversos da Casa de Leis, como Jurídico e Diretoria. Como chefe da Divisão Legislativa, Gláucia tinha sob sua responsabilidade o Setor de Comunicação e o Expediente do Legislativo. O corpo da servidora foi velado na Câmara, no sábado, e sepultado no Memorial de Santos, no domingo.
Fonte: www.camaracubatao.sp.gov.br